O cuidado com os idosos pode ficar mais fácil com organização, recurso e apoio. Veja o artigo que elaboramos sobre isso e tire suas dúvidas.

Como cuidar de idosos: 8 pontos que merecem sua atenção

Você dúvidas sobre como cuidar de idosos? Não é segredo que a expectativa de vida dos brasileiros têm aumentado nos últimos anos. Então é comum que os idosos passem a morar novamente com seus filhos a fim de receberem atenção mais de perto e para que possam ser bem amparados.

Cuidar de pessoas idosas requer atenção e doses de carinho. O que faz toda a diferença no dia a dia. Não é uma tarefa fácil e são muitos os desafios, entre eles, a administração de medicamentos, os cuidados com a higiene e adaptar a casa para uma estadia segura.

Logo alguns cuidados são essenciais na rotina dos cuidados com o idoso. E pensando nisso preparamos esse material para que você tire as suas dúvidas sobre como cuidar de idosos e consiga adequar a casa e a vida para essa nova fase.

O cuidado com os idosos

Cuidar de alguém é uma tarefa complicada e pode se tornar ainda mais complexa quando faltam apoio e, principalmente, recursos.

Quando o assunto é cuidar de idosos, esse ofício vem acompanhado de algumas particularidades. Geralmente há um grau de fragilidade e perda de autonomia envolvidos, portanto é benéfico para todas as partes simplificar e fazer adequações à rotina, para proporcionar mais segurança e bem-estar à pessoa cuidada, a quem cuida e à família também.

Em alguns casos, os idosos precisam de atenção constante, que não consegue ser proporcionada pelos familiares. Neste cenário entram os cuidadores ou equipe médica de atendimento domiciliar, para administrar a rotina e manter uma boa qualidade de vida.

Você pode também pode se interessar:
Aluguel de equipamentos hospitalares: veja como funciona

Como cuidar de idosos na prática
1. O ideal é que exista um cronograma com as atividades que precisam ser realizadas, no dia e na semana, e que seja acordado com a pessoa cuidada. A sensação de ainda estar com certo controle sobre sua vida facilita o processo de convencimento sobre alguma decisão importante.

2. A vida social dos idosos não pode ser menosprezada. Parte do estado de espírito vem justamente da interação com amigos e familiares queridos, portanto proporcione momentos como este. Além disso, também vale oferecer certos estímulos como leitura, cinema, exercício físico ou outra atividade que for do interesse dele, sem comprometer seu quadro de saúde.

3. Os sinais vitais precisam ser monitorados e registrados com frequência. Todas as pessoas envolvidas na rotina de cuidados precisam saber o que é padrão para detectar qualquer anormalidade. Somado a isso, deve existir também um meio de comunicação rápido e acessível para lidar com situações emergenciais de maneira mais eficiente.

4. Cuidar da alimentação é determinante para o tratamento e para o não agravamento do quadro de saúde. Parte de como cuidar de idosos é possibilitar uma dieta com refeições nutritivas, saborosas e leves, principalmente em casos de diabetes ou colesterol alto. Isso porque o risco de burlar a dieta é altíssimo, então se preocupe em ofertar refeições adaptadas, mas que sejam o mais próximo do usual possível.

Em casos de Alzheimer, um acompanhamento na alimentação é indispensável, pois o idoso frequentemente esquece de realizar as refeições.

5. Ofereça água. Outro ponto que merece atenção é a desidratação, porque o idoso relata não sentir sede, o que é normal, mas é um fator que influencia diretamente na condição de saúde. Para garantir o bom desempenho dos órgãos e funções fisiológicas, a água precisa estar ao alcance da mãos sempre acompanhada de lembretes.

6. A higiene faz parte da boa saúde. Como cuidar de idosos é uma tarefa complexa, certos artifícios são mais que necessários para facilitar o dia a dia. No caso de uma pessoa que já não tem mais tanta autonomia, uma cadeira de banho é de grande utilidade para o equilíbrio.

Se o idoso ainda é independente, o banho pode ser reservado e o cuidado de terceiros vai passar apenas pela regularidade da higiene. Caso contrário, se o idoso não tem mobilidade, o banho precisa ser acompanhado, assim como as idas ao banheiro e é necessário monitorar o uso de fraldas geriátricas com frequência.

7. Já parou para pensar que a casa precisa de adaptações? Até aqui você já viu como cuidar de idosos vai além do lembrete do remédio. Então veja essas dicas para tornar a casa mais segura e adaptada:

  • barras de suporte no banheiro – no chuveiro, ao lado do vaso sanitário e próximo à pia;
  • barras de suporte em corredores ou escadas;
  • prateleiras mais baixas para itens de uso frequente;
  • boa iluminação pela casa;
  • retirar fios soltos, brinquedos e objetos espalhados pelo chão;
  • se tiver tapetes, optar por tamanhos grandes e antiderrapantes;
  • evitar pisos encerados;
  • rampas para nivelar passagens com degrau;
  • equipamentos médicos – úteis no dia a dia e ajudam a observar o quadro de saúde do idoso.

8. O acompanhamento médico é fundamental na vida do idoso. São exames periódicos, consultas de rotina, sessões de terapia, e a medicação, em alguns casos, requer a aplicação por um profissional. A lista às vezes é longa e por vezes a família não consegue absorver essa quantidade de compromissos por conflitarem com o horário de trabalho.

Uma opção que tem sido adotada ultimamente é o home care, mais conhecido também como hospital domiciliar. Equipe de saúde e equipamentos ficam à disposição na casa onde o idoso mora, e ele recebe um atendimento mais personalizado para as suas necessidades.

  • Principais vantagens do home care
  • Privacidade nos procedimentos;
  • Mais autonomia no tratamento;
  • Atendimento personalizado;
  • Redução considerável no risco de infecção hospitalar;
  • Melhor resposta ao tratamento; entre outros benefícios tanto para o idoso quanto para a família.

Viu como cuidar de idosos pode ser uma tarefa mais leve tomando certos cuidados e disponibilizando certas facilidades? Com organização e carinho é possível proporcionar mais qualidade de vida mesmo em quadros de saúde delicados.
E para ajudar a clarear as ideias sobre home care, acesse nosso blog e leia sobre Hospital em casa: 9 vantagens do home care para sua família